Loading...

Poema Emergência de Mario Quintana

Do poeta e escritor gaúcho Mario Quintana o poema Emergência com a declamação do poeta Léo Medeiros.



Quem faz um poema abre uma janela.
Respira, tu que estás numa cela
abafada,
esse ar que entra por ela.
Por isso é que o poema têm ritmo
- para que possas profundamente respirar.
Quem faz um poema salva um afogado.

Mario Quintana
Literatura 8231346464296563549

Postar um comentário

emo-but-icon

Página inicial item

RECENTES DO QUE ACHA?

+ VISTOS NO QUE ACHA?